• milla59

JUBARTE: Temporada de observação de baleias em Gold Coast




Já pensou em poder assistir este espetáculo tão de perto?



Há pelo menos 1 década, todos os anos, entre abril e novembro, as baleias jubarte podem ser vistas em grande número enquanto viajam em suas rotas migratórias.


Depois de um verão se alimentando de krill nas águas da Antártica, as fêmeas viajam às águas mais quentes da Grande Barreira de Corais para procriar. Em seguida, de agosto a novembro, elas voltam pela costa para a Antártida com seus filhotes. Durante sua migração anual de até 10.000 quilômetros, as jubartes atraem milhares de visitantes a cidades costeiras como Eden, Byron Bay, Gold Coast, Sunshine Coast e Hervey Bay.

Foto: Ocean Elle


É um espetáculo como nenhum outro!

Com populações de baleias migratórias crescentes em uma média de 10% ao ano, estima-se que em torno de 30.000 baleias jubarte fazem a viagem 10,000 km de ida e volta neste ano.



OBSERVANDO AS BALEIAS


Em Queensland tem muitas opções de visualização das baleias.

Você pode fazer um passeio de barco, com valores que variam entre 60,00 e 100,00 dólares ou ter a sorte de vê-las passando através de um dos mirantes espalhados pelas praias da costa, como o famoso Point Danger que fica localizando entre Coolangatta e Tweed Heads ou simplesmente passeando em qualquer uma de nossas praias.

Se você olhar na hora certa, poderá ver uma baleia ou a visão de uma mãe ensinando seu filho recém-nascido a nadar.

Curiosidades sobre as baleias Jubarte:

  • As baleias jubarte passam o verão na Antártica se alimentando de krill, e aproximadamente 25% do que elas comem são armazenados na forma de gordura para que elas tenham energia suficiente para fazer a migração;

  • Elas chegam a comer até 2 toneladas por dia;

  • Durante a migração elas geralmente não se alimentam;

  • As baleias jubarte podem chegar até 16 metros de comprimento e pesar até 40 toneladas (o equivalente a mais ou menos 11 elefantes!);

  • O cérebro das baleias jubarte podem chegar a pesar mais de 5kg;

  • As baleias jubarte conseguem ficar sem respirar por até 40 minutos.


EXTINÇÃO

No século 20, populações jubarte foram dizimados chegando à beira da extinção, com apenas 200 indivíduos (quando a caça às baleias terminou na costa leste em 1963, restavam apenas 100 indivíduos registrados).

A única razão é que a caça às baleias deixou de ser lucrativa antes na costa oeste, proporcionando consolo para as baleias daquela região. Agora, com uma população australiana de mais de 65.000, houve um renascimento milagroso; na verdade, a costa oeste da Austrália tem visto perenemente um número ligeiramente maior de baleias do que o leste (40.000 contra 30.000).

Porém ainda existem muitas espécies cujo período de gestação é muito longo para sustentar um número populacional considerável. A exemplo das baleias azuis que têm um único filhote a cada 3 anos. Esse período extremamente longo, mais os anos adicionais cuidando do bezerro, permite que ataques de navios, redes e encalhes continuem a esgotar a população. Embora a espécie tenha feito uma recuperação milagrosa, eles ainda estão ameaçados.

Talvez o mamífero marinho ameaçado de extinção mais famoso seja a orca residente no sul. A única população de orcas registrada pela Lei de Espécies Ameaçadas, a comunidade foi reduzida para 73 indivíduos. Apesar do apoio dos humanos à orca e seu significado cultural para o noroeste do Pacífico das Américas, existem aqueles que continuam a dizimar a população e levá-la à extinção. No final, sua sobrevivência depende da capacidade dos humanos de reduzir o ruído marinho, a contaminação química e, o mais importante, de manter a principal fonte de presas das orcas, o salmão Chinook (o salmão representa 97% de sua dieta).

- Que tal aproveitar para relaxar e apreciar esses momentos da natureza? Explore Australia! Explore seus sonhos! #contecomayooz #vemparayooz


14 visualizações0 comentário

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Byron Bay
5a/14 Middleton Street,
Byron Bay NSW 2481

HORÁRIO
Segunda - Sexta
09.00 AM - 05.00 PM

  • Instagram Yooz Study
  • Facebook Yooz Study
  • Twitter
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube
  • Pinterest